quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Técnica fora-de-estrada: Quando utilizar a reduzida

A reduzida é uma opção a mais que a marioria dos veículos 4x4 tem para transpor obstáculos sem sobrecarregar outros sitemas, como embreagem e freios. Ao acionar a reduzida, podendo ser por botão ou alavanca, as marchas passam a funcionar através de engrenagens reduzidas, que aumentam em quase o dobro a força do veículo. Assim, você passa a usar as marchas quase que exclusivamente para muita força e pouca velocidade, inclusive a marcha ré. A reduzida também é de extrema importância quando precisamos da ajuda do freio motor em baixa velocidade, como em caso de descida muito íngreme e/ou escorregadia. Em caso de descida com barro ou com piso liso, descemos em 1ª reduzida e deixando só o freio motor segurar o carro, já que se pisarmos no freio as rodas vão travar e o carro perderá toda tração e assim seremos somente passageiros com o carro deslizando descida abaixo! Um outro caso é quando precisamos atravessar um atoleiro e precisamos tanto de força quanto de velocidade, assim colocamos uma 2ª reduzida ou uma areia grossa onde precisamos de mais velocidade e daí podemos ir de 3ª reduzida, etc. Para cada caso um caso, e daí só experimentando e vendo que marcha é melhor para cada situação. O importante é lembrarmos da reduzida sempre antes de atravessar um obstáculo, já que, em muitos casos é ela que vai nos salvar de algum aperto.
Abaixo, segue um vídeo com o exemplo de uso da marcha reduzida em tentativas de subir uma trilha com muito barro e pedras:



3 comentários:

  1. Vou comprar meu primeiro 4x4, e isso ja ajudou muito. Vlw mesmo! Abs.

    ResponderExcluir
  2. Se tivesse lido seu blog, talvez demorasse mais pra vender minha sw4. Consegui atolar num gramado na frente da minha casa!!!! Valeu pela dica :-)

    ResponderExcluir
  3. Perfeito!
    Já havia procurado outros esclarecimento acerca do assunto, mas foi esse seu comentário que me trouxe à luz. kkkkk

    ResponderExcluir